Narcine brasiliensis

Porção anterior do corpo arredondada, com duas nadadeiras dorsais na cauda que é relativamente pequena. Esta espécie de raia atinge cerca de 54 cm. Possui uma coloração de areia, pálida, muitas vezes com elipses negras nos lados do disco.Bandas escuras ao longo da cauda até a nadadeira dorsal, focinho mais escuro. Manchas muito contrastantes no jovens.

Habita águas costeiras, em fundos de areia ou lodo. É comum ao longo de praias arenosas e ocasionalmente pode ser observadas ao longo do costão rochoso. Esconde-se sob o fundo arenoso, deixando somente os olhos à mostra. O nome "Treme-Treme" é dado em função da sua capacidade de liberar descargas elétricas entre 14 a 37 volts. Esta raia também possui um outro órgão elétrico bilateralmente no corpo ao qual especula-se função de comunicação social.

De hábito noturno, pode utilizar suas descargas elétricas para capturar poliquetas, enguias, anêmonas e pequenos crustáceos.

Na America do Sul, ocorre do Espirito Santo ao Norte da Argentina. Reportado da Carolina do Norte á Florida e parte do Golfo do México.

Fonte: Peixes de Costão Rochoso de Santa Catarina

logo site

Parcialmente Nublado

27°C

Navegantes

Parcialmente Nublado

Humidade: 84%

Vento: 14.48 km/h